Log in

Helicóptero usado pela Polícia Militar cai e mata quatro pessoas em Maceió

  • Published in Brasil

Um helicóptero usado pelo Grupamento Aéreo da Polícia Militar caiu no bairro da Santa Lúcia, parte alta de Maceió. De acordo com as informações oficiais repassadas pela PM, a aeronave explodiu ao cair no solo. Quatro pessoas que estavam a bordo morreram.


As vítimas foram identificadas como capitão Assunção e os soldados Diogo Melo e De Moura, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), e major Milton Carnaúba, do Corpo de Bombeiros.

O acidente aconteceu próximo ao Aeroclube de Maceió. Ainda segundo informações da PM, a aeronave caiu sobre um veículo que estava estacionado na rua, mas não feriu ninguém no solo. O Corpo de Bombeiros foi acionado ao local e encaminhou diversas viaturas de resgate e de combate a incêndio.

O coronel André, do setor de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros, informou, ainda no local do acidente, que a aeronave era de 1992, mas estava em perfeitas condições. "O que importa são as condições da aeronave e as substituições das peças". Ele disse também que a perícia do acidente ficará a cargo da Aeronáutica.

De acordo com o documento, a aeronave de modelo 206L-3 e prefixo PP-ELA, do Gabinete Militar do Governo do Estado de Alagoas, possuía licença para voar até agosto de 2020 e Inspeção Anual de Manutenção (IAM) com validade até agosto de 2016.

"Tinham dois pilotos experientes [a bordo], dois tripulantes, todos militares. Estamos muito surpresos com o que aconteceu, mas vamos aguardar as investigações para determinar o que verdadeiramente aconteceu", afirmou o governador Renan Filho (PMDB) ao ressaltar que o Estado vai prestar total apoio às famílias das vítimas.

Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Maceió, onde foram submetidos a exames para identificação e liberados para velório e sepultamento.

Informações G1 AL
Foto: Jonathan Lins/G1

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Salvador Bahia

x
Página do facebook