Log in

Adolescente de 14 anos é estuprada por dois jovens no distrito de Humildes, em Feira de Santana

Na manhã desta terça-feira (1), uma adolescente de apenas 14 anos de idade foi estuprada por dois jovens de 22 e 18 anos, em uma residência, no distrito de Humildes, em Feira de Santana.


Os suspeitos foram presos por policiais civis da 3ª Delegacia de Humildes e encaminhados para a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Derca/DAI) no Complexo de Delegacias, onde foram autuados em flagrante pela delegada Milena Calmon.

Segundo publicação no site Acorda cidade, de acordo com a delegada, Alex Neves da Silva, 22 anos, Wesley Santos Oliveira Souza, 18, que residem no mesmo distrito e trabalham em uma barbearia, alegam que a vítima teria marcado um encontro e confirmaram que o ato sexual foi consumado. A vítima, por sua vez, afirma que não tinha intenção de manter relações sexuais com os dois e disse que foi agarrada a força.

“Ela confirma que foi a casa, mas isso não significa que ela quer manter relações, principalmente com duas pessoas. O ir a casa foi uma ação espontânea, mas ela foi puxada para manter relação, e ela tentou resistir, mas foi imobilizada. Um consumou o ato e o outro em seguida sem o consentimento dela. Temos aí o relato de uma vítima menor de idade e o relato deles que confirma o ato, um após o outro, no mesmo horário, na mesma casa, e a única diferença é que eles disseram que não foi à força. Ora, como uma pessoa faz sexo com duas pessoas e em seguida vai à delegacia? Isso não condiz com a situação que temos aqui. Ela não negou que foi lá, e no momento em que pediu água foi surpreendida pelos dois, que sob efeito de uso de drogas, teriam forçado a garota. Não há duvida de que houve o estupro”, disse a delegada.

A garota contou que pediu socorro e que foi orientada pela amiga a procurar à polícia: “Eles me agarraram à força, me colocaram no quarto, trancaram a porta, ligaram o som bem alto. Foi um de cada vez. Eles falaram bem assim: você vai fazer tudo que eu quiser. Eu disse que eu não porque isso é estupro e eles disseram: Que nada (...).Eu gritei socorro. Depois contei a minha amiga e ela disse para a gente registrar queixa”, relatou a jovem que disse também que já teve um relacionamento (“ficava”) com um dos acusados.

Ainda segundo a publicação, os dois estão presos e à disposição da justiça. Vale ressaltar que relações sexuais ou qualquer ato libidinoso entre adultos e menores de 14 anos é considerado estupro de vulnerável, independente de a vítima consentir.

A prisão foi realizada pelos policiais Clailton Xavier e Cloude Vieira, sob o comando do delegado Laércio Santos.

Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Salvador Bahia