Log in

Motorista de Uber Lucas de Jesus Andrade prova inocência

Após uma operação da Polícia Militar, no qual houve o flagrante do transporte de três quilos de maconha em um veículo do aplicativo Uber, o condutor Lucas de Jesus Andrade, procurou o Acorda Cidade e se disse inocente.

Ele afirma que estava fazendo o transporte de uma passageira, porém sem saber que ela transportava drogas na bolsa.

O caso ocorreu na noite da última quinta-feira (24). Lucas conta que recebeu o pedido de uma corrida através do WhatsApp. “Ela solicitou o transporte e perguntou quanto seria até Entre Rios, olhei no aplicativo e deu 190 reais somente para ir. Então ela perguntou quanto seria a ida e a volta, eu disse que seria 400 reais e ela achou caro, então fechei o pacote por 350 reais, já que era noite e seria minha última corrida”, relatou.

Lucas de Jesus Andrade conta que fez a corrida normalmente, sem saber o que a mulher carregava na bolsa. Na volta para Feira de Santana, houve uma abordagem na BR-324, quando a polícia descobriu a droga e todos foram levados para a delegacia. Lucas passou pela audiência e custódia e foi liberado. Ele informou que entregou o celular, “com toda conversa que prova minha inocência, à justiça”.

“Como toda pessoa que faz transporte de passageiros não poderia perguntar o que ela levava na bolsa. Quando estávamos voltando para Feira houve essa abordagem, mas na audiência de custódia contei tudo que aconteceu e fui liberado”, afirmou.

Lucas de Jesus Andrade conduzia um veículo Gol, cor prata, placa NTH 8103. No veículo também estavam uma mulher, identificada como Leda Cristina Bispo da Silva, e uma menor de idade. Os policiais também apreenderam uma agenda com anotações que podem ter relação com o tráfico. O procedimento policial foi lavrado na Central de Flagrantes do Sobradinho, sob número 220/DTE- Feira de Santana.

Tagged under Notícias da bahia Uber

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Salvador Bahia